Localizada no estado de Illinois, Chicago surpreende e conquista rapidamente seus visitantes

Localizada no estado de Illinois, Chicago surpreende e conquista rapidamente seus visitantes

21/02/2019

Para se apaixonar por Chicago é necessário apenas um minuto de frente para a Cloud Gate. No reflexo da escultura, em meio ao Millennium Park, todas as facetas da Cidade dos Ventos se revelam. Em movimentos contorcidos, os prédios dançam a cada passo em direção à escultura do artista Anish Kapoor. Ali, debaixo daquele grande feijão prateado (como os próprios moradores apelidaram), não há quem resista à beleza de Chicago. O passo é apenas o primeiro para quem chega à metrópole banhada pelo grandioso Lago Michigan. Fazemos, no entanto, um alerta: o passeio é tão incrível que talvez você o repita muitas vezes ao longo da viagem ou mesmo ao longo da vida!

Em Chicago – ou Chi-Town, como chamam os locais – a vida corre em ritmo desacelerado. Apesar de ser a terceira cidade mais populosa dos Estados Unidos – com 2,7 milhões de habitantes – a Wind City consegue manter o equilíbrio entre a correria de um grande centro urbano e a calmaria de um ambiente repleto de parques à beira de um magnífico – e grande – lago. Localizada no estado de Illinois, no centro-oeste dos Estados Unidos, Chicago surpreende e conquista rapidamente os visitantes que chegam por lá.  


A cidade tem o dom de transformar, em pouco tempo, o viajante em um local. É desses lugares que dá gosto de participar da vida diária e não apenas cumprir metas turísticas. Aliás, em Chicago os pontos turísticos são frequentados por todos. É fácil encantar-se com a engenhosidade do “L”, onde moradores percorrem os trilhos do metrô de superfície dando voltas pelo Loop, enquanto na janela do vagão a paisagem é composta por dezenas de prédios inovadores. Ao mesmo tempo, pertinho do disputado The Bean, cadeiras de praia servem de poltrona ao ar livre para quem quer assistir a um clássico do cinema na grande tela do Jay Pritzker Pavilion. Por todos os lados os turistas seguem, em total harmonia, em meio aos locais.


Quem vê hoje Chicago tão organizada, segura (lembrando que ela já foi dominada por gângsters, como Al Capone) e convidativa (ao menos quando não é inverno) não imagina quantos problemas a cidade já enfrentou. O maior deles, e responsável pela transformação urbana local, foi o grande incêndio de 1871. Quase nada restou de pé. A vontade para reconstruí-la foi o impulso para inovações tecnológicas – como o primeiro arranha-céu da história – que deixaram de herança uma arquitetura única, a ponto de torna-se referência para profissionais de todo o mundo.


Atualmente Chicago luta para se tornar ainda mais agradável para moradores e visitantes. Há grandes investimentos em obras de revitalização e despoluição do Rio Chicago, assim como permanentes projetos para melhor utilização das áreas verdes, extremamente valorizadas na cidade. O fato é que Chicago, diferente de muitas grandes cidades, melhora a cada dia.


Se você busca um novo destino para visitar nos Estados Unidos, considere fortemente ir para a Wind City. Você encontrará excelentes opções de compras, restaurantes para todos os gostos, museus variados e viverá a cidade como poucas outras permitem. E se depois de ler o guia ainda restar alguma dúvida se você deve ou não visitar a Chi-Town, assista ao filme Curtindo a Vida Adoidado. Muito mais do que um clássico do cinema, ele é uma verdadeira ode a esta maravilhosa cidade! 


Pontos turísticos de Chicago


Dificilmente quem estiver em Chicago andará apenas entre estrangeiros ávidos por selfies nos monumentos. A cidade não se divide entre espaço para turistas e moradores. Chicago é o tipo de lugar onde viajantes e locais vivem em plena harmonia e circulam pelos mesmos espaços. Essa história de que um ambiente é muito turístico para os “local people” não cola por lá. E este é um dos fatores que mais encantam na cidade: a possibilidade de vivenciá-la como realmente é.


Os chamados “pontos turísticos” nada mais são do que os cantinhos prediletos dos locais. Alguns com mais história, outros mais beleza e a maioria extremamente convidativa a um belo passeio. Ser turista em Chicago é quase como ser um local. A coisa só muda de figura quando você sobe em um Double Deck para ver a cidade do alto, ou entra em um barco que mostra a arquitetura dos grandiosos edifícios históricos, tudo a partir do ponto de vista do esverdiado Chicago River ou do azul intenso do Michigan Lake. A experiência, apesar de nos revelar como turistas, nos leva a vivenciar a cidade de uma maneira ainda mais surpreendente. E, vamos combinar, não é nada mal turistar em Chicago!


O mais famoso circuito percorrido pelos visitantes que chegam a Wind City é o arquitetônico. A história de Chicago é marcada pelo trágico incêndio que quase destruiu a cidade em 1871. O que poderia ser o fim transformou-se no impulso criativo de renovação. Os frutos de tanta inventividade são colhidos até hoje e Chicago mantém o caráter pioneiro na arquitetura mundial. Conhecer de perto obras de arte estampadas nas fechadas dos prédios é um dos mais deliciosos passeios locais. Seja em um ônibus de dois andares, navegando pelo rio, andando de bicicleta e segway ou percorrendo os circuitos a pé você conhecerá, através de tijolos e vitrais, uma boa parte da história local. Além de ser um dos melhores passeios a se fazer por lá, percorrer o circuito arquitetônico é uma excelente maneira de entender Chicago.


Para quem gosta de curtir a cidade do alto, dois passeios são imperdíveis: os mirantes do John Hancock ( 360 Chicago )e Willis Tower ( Skydeck Chicago ). Eles oferecem visuais incríveis, especialmente no pôr do sol. Outros pontos que permitem belíssimas fotos da skyline de Chicago são: Navy Pier; North Avenue Beach e a área ao redor do Museum Campus, onde estão John G. Shedd Aquarium, Adler Planetarium e The Field Museum.                                                                                                                                                                               Lago Michigan

A amplitude dos parques à beira do Lago Michigan ajuda os turistas a verem a cidade de ângulos diferentes. Seja no Lurie Garden, Grant Park ou Lincon Park, é sempre impressionante a harmonia do verde com o concreto. Entre todos os cenários ao ar livre, um se destaca de maneira a hipnotizar os turistas. É no Millennium Park que está a mais famosa fotografia de Chicago. Na superfície espelhada na escultura Cloud Gate (também conhecida como The Bean) os prédios de Chicago ganham novas formas tortuosas que conseguem deixá-la ainda mais interessante.                                                                                                                Grant Park

Chicago é a cidade ideal para quem gosta de muita diversão e pouca obrigação. Ao andar pelos pontos mais famosos, o visitante não tem a sensação de estar preso a um roteiro turístico. Todos os passeios são integrados à vida local e te convidam a viver a cidade por inteiro. Além das belezas arquitetônicas e grandes áreas verdes, Chicago oferece excelentes museus, opções incríveis para compras e restaurantes inesquecíveis!  

Fonte:https://guia.melhoresdestinos.com.br/chicago-161-c.html - Acesso em: 21/02/2019                                                   

Outras Novidades

São muitos os motivos para os brasileiros se apaixonarem por Portugal 28/02/2019

São muitos os motivos para os brasileiros se apaixonarem por Portugal


VIAGEM AO CARIBE: CURIOSIDADES SOBRE AS ILHAS CAYMAN 14/02/2019

VIAGEM AO CARIBE: CURIOSIDADES SOBRE AS ILHAS CAYMAN


Copa América 2019: saiba os detalhes do torneio no Brasil 07/02/2019

Copa América 2019: saiba os detalhes do torneio no Brasil


Saiba porque Mônaco é o destino ideal para viagens de incentivo e eventos 31/01/2019

Saiba porque Mônaco é o destino ideal para viagens de incentivo e eventos


Receba nossas novidades e dicas no seu e-mail